Portfólio no caminho alternativo da avaliação: conteúdos e estrutura organizacional parte1

O tempo voa e nestes 12 anos de serviço a rotina diária tende a congelar os modos de agir, pensar e planear a avaliação.
A mudança gera dúvidas e receios, dá trabalho, assusta mas ao mesmo tempo dá um novo folgo para encarar o novo ano letivo!

Hoje venho partilhar convosco o conteúdo e a estrutura organizacional do portfólio de aprendizagem que iniciará a todo o gás no próximo ano letivo.

Conteúdos e organização da estrutura

A selecção de conteúdos a inserir no portfólio deve ser retirada da observação e conhecimento profundo da criança e do seu grupo de pares.
Resulta do conhecimento e registo das suas fontes de interesse e da forma como essas espelham a nossa prática educativa e pedagógica. O portfólio deve refletir a aprendizagem da criança e a forma como o educador gere e conduz o currículo dentro da sua sala.

Assim darei um exemplo de alguns conteúdos/separadores que poderia incluir no meu grupo de crianças (com base na observação e conhecimentos atuais)


 *Eu sou 
Um auto retrato da criança num registo e recolha de evidências da forma como ela se apresenta e se define como pessoa, elementos do grupo.

 *Os meus amigos
 Registos das suas relações afectivas com os pares de maior referência entre outras informações significativas neste olhar pessoal sobre si próprio

*A minha família
Uma recolha sobre a forma como a família descreve a criança, sem entrar muito na esfera pessoal e familiar da criança, salvaguardando sempre a intimidade da criança e dos elementos da sua família nuclear.
 *A nossa Sala 
Neste separador podem ser incluídas a aprendizagem referentes aos instrumentos piloto que uso na minha sala de jardim de infância, um relato do dia a dia aos olhos da criança, onde me proponho avaliar a forma como ela usa e rentabiliza os mapas da sala e as suas rotinas diárias.

*Coisas aprendo com os amigos
 Aqui ficam incluídos os projetos colectivos que realizamos enquanto grupo de pares. As temáticas que abordámos, os recursos, as exposições, as produções globais do colectivo.


*Coisas que  aprendo em casa
Reflexões sobre os projetos realizados com a família da criança, os conteúdos trabalhados, as pesquisas e os materiais enriquecedores partilhados na sala pela criança ou por elementos da sua família.


*Coisas que  aprendo nas visitas de estudo
Registos das explorações feitas em diversas visitas de estudo, dos espectáculos que assistimos, dos encontros fora da nossa sala que enriquecem o percurso de aprendizagem da criança.


No próximo post vou cruzar estes conteúdos e a organização dos separadores cruzando-os com as metas educacionais que constituem o foco da avaliação definida com base nas orientações curriculares da a educação pré escolar.

Milena Branco

Conheçam também a nossa agenda Sítio da Educação para o novo ano letivo 2015/2016
http://sitiodaeducacao.blogspot.pt/p/agenda-sitio-da-educacao-2015-2016.html

Portfólio no caminho alternativo da avaliação: conteúdos e estrutura organizacional parte1 Portfólio no caminho alternativo da avaliação: conteúdos e estrutura organizacional parte1 Reviewed by Milena Branco on quarta-feira, julho 15, 2015 Rating: 5

4 comentários:

  1. E consegues construir um portefólio para as 25 crianças?
    Como é que geres o tempo para conseguir tal proeza?
    Há já alguns anos que eu gostaria de construir portefólio como forma de avaliação mas confesso que nunca consegui, acho muito interessante esta tua partilha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Aniger, obrigada pelo teu comentário. È realmente possível realizar portfólio para 25 crianças, basta assumir esse compromisso em duas frentes, primeiro como profissional e depois com as crianças. Assim logo na planificação da linha do tempo assumes quando irás realizar essa reflexão ( ex. um vez por mês no nosso caso) e essa passa a ser uma rotina mensal igual a todas as outras. Não é fácil e vais precisar de bons parceiros (no meu caso conto com os pais e coordenação) mas é possível e muito gratificante. Tenta de novo no próximo ano letivo e depois conta-nos como foi.Abraço.

      Eliminar
  2. Olá Milena Branco

    Sigo atentamente o vosso blog, pois considero-o muito interessante e educativo. Como sou ainda muito nova neste caminho (acabei de me formar) gostaria de saber um pouco mais sobre a avaliação por portefólio pelos encarregados de educação, ou seja, como é que ela se processa (as crianças levam diariamente o portefólio para casa ou existe um momento planeado para tal?) Apesar de ainda não estar na prática, a questão da avaliação sempre me deixou muito preocupada devido ao número de crianças em sala. Confesso que considero a avaliação por portefólio muito interessante, mas também difícil de gerir (talvez por ser ainda inexperiente nestas andanças), por isso muito obrigada por esta partilha. beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Silvana Nogueira
      a avaliação do portfólio com as famílias é feita de forma natural e gradual ao longo do ano, usando os projetos com as familias ficam logo anexadas as suas reflexões, e em todas as atividades em que são chamados a participar, na avaliação das aprendizagens demonstradas em casa, com base nas conversas que os pais têm com os filhos, ect.. todas essas evidências são guardadas no portfólio e sofrem nova reflexão no final do ano, com a avaliação global do portfólio, é simples, mas requer trabalho e dedicação a 100% a este instrumento, temos de o manter simples para poder ser possível a sua realização plena:)
      Espero poder ajudar mais em breve quando falar sobre a avaliação do portfólio com as famílias,
      um beijinhos e obrigada pelas suas palavras!

      Eliminar

Com tecnologia do Blogger.