Dia do animal

Hoje é dia do animal, os frescos adoram os seus animais, cuidam da sua higiene, alimentação e saúde diariamente.
"Ninguém tem dúvidas que os animais domésticos são grandes companheiros e fazem muito bem a todos (tanto crianças como adultos)(...)Para as crianças, além de companheiros leais a todas as horas, os animais também servem para ajudar a criança a aprender as coisas do dia-a-dia, pois mostram de forma acelerada as principais fases da vida (nascer, crescer, adoecer, sofrer acidentes, cuidar de si, morrer). Como estas fases são mais aceleradas nos animais a criança acaba por conhece-las através deles. Além disso, os animais ajudam a criança a desenvolver o sentido da responsabilidade, visto que precisam de constantes cuidados."(http://www.bianca.pt)

Na sala temos uma tartaruga, a nossa moranguita, gostamos de a observar e já descobrimos que ela só gosta de água no verão pois durante o inverno ela tenta evitar a água fria e prefere o calor da terra.... as nossas observações e contato com ela fazem-nos saber muitas coisas sobre as tartarugas, o seu modo de vida, os seus estados de desenvolvimento e crescimento, no entanto fazemos tudo isto através das nossas atividades do quotidiano.
Tratamos de todas as tarefas de forma o mais autónoma possível, assim conseguimos:
- dar.lhe de comer, dar-lhe banho e tratar da higiene da sua bacia. Estas tarefas são geralmente realizadas a pares de forma a podermos trabalhar em cooperação.
Na sala temos um aquário onde vive o nosso peixe o Teco, que recentemente perdeu o seu amigo Tico... lidar com a morte não é fácil, mas ela faz parte do ciclo da vida e nós aprendemos cedo que não se pode evitar que  nenhum ser vivo salte essa fase.
 A convivência com estes animais ajuda a criança a reconhecer-se como como ser vivo com características e necessidades semelhantes às dos outros seres vivos (crescimento, nutrição, abrigo) 
 A criança reconhece  diferentes animais, diferenciando-os pelas suas características e modos de vida (domésticos/selvagens, aves/peixes, etc.), alargando os seus conhecimentos sobre a vida animal. Aprendemos também a ser responsável por outras formas de vida,criamos a noção de que devemos proteger e cuidar de todas as formas de vida.

Quando estamos no recreio ou na horta gostamos de procurar outros animais, como as formigas, as minhocas, as joaninhas e demais formas de vida...
Gostamos tanto de animais que um dia surguiu a ideia de criar na nossa zona de jogo simbólico, um consultório de veterinária, assim trouxemos de casa os nossos pacientes e a nossa ideia ganhou forma....


A Leonor trouxe do hospital onde a mãe trabalha alguma roupa do bloco operatório e abrimos a nossa clínica!
Assim ajudamos as nossas crianças a utilizar e recriar o espaço e os objetos, atribuindo-lhes significados múltiplos em atividades de faz-de-conta, situações imaginárias e de recriação de experiências do quotidiano, individualmente e com outros, descobrem o mundo a brincar, a imaginar...a criar e recriar papeis sociais significativos com base nas suas vivências e ideias. Inventar e experimentar personagens e situações de dramatização, por iniciativa própria e/ou a partir de diferentes situações e propostas, diversificando as formas de concretização ajudam-nas a construir a sua noção de mundo.

 A forma como convivemos, a forma como observamos os nossos animais promovem oportunidades de aprender, recriar, apropriando-se verdadeiramente das linhas, formas e tamanhos desses animais... assim a criança começa a desenvolver  capacidades expressivas e criativas através de explorações e produções plásticas, usando de forma isolada ou em comunhão,as diversas técnicas de expressão artística.







A representação gráfica do que sabemos, construimos e aprendemos sai muitas vezes do papel, criando vida, forma 3D ajudando-a a apreciar diferentes manifestações de artes visuais a partir da observação de várias modalidades expressivas (como a escultura), expressando a sua opinião e leitura crítica.


A modelagem de plasticina é tão usada por nós como a representação gráfica em desenho!
Dia do animal Dia do animal Reviewed by Milena Branco on sexta-feira, novembro 25, 2016 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.