Portfólio no caminho alternativo da avaliação: conteúdos e estrutura organizacional parte2

 Tal como havia prometido hoje venho partilhar
a forma como  organizei os conteúdos, a escolha dos separadores e a forma como tudo isto se dilui  com as metas educacionais que constituem o foco da avaliação definida com base nas orientações curriculares para a educação pré escolar.

Para criar a base de organização do nosso portfólio de aprendizagem foram realçados as fontes de maior interesse do grupo (apresentadas aqui) indo no entanto de encontro com as orientações curriculares e com as metas propostas para cada criança. E porque o portfólio é um instrumento individual e único não poderei colocar aqui todos os exemplos que tenho, seleccionei apenas um que pode dar uma ideia clara como irá ficar organizada a estrutura dos separadores.


Primeiro separador: Área da Formação Pessoal e Social
Devemos colocar uma breve descrição da área para que os pais possam reconhecer os conteúdos trabalhados dentro desta área. Eu uso as orientações curriculares para esse efeito retirando uma citação.

«A Formação Pessoal e Social é considerada uma área transversal, dado que todas as componentes curriculares deverão contribuir para promover nos alunos atitudes e valores que lhes permitam tornarem-se cidadãos conscientes e solidários, capacitando-os para a resolução dos problemas da vida. Também a educação pré-escolar deve favorecer a formação da criança, tendo em vista a sua plena inserção na sociedade como ser autónomo livre e solidário.»
«É na família e no meio sociocultural em que vive os primeiros anos que a criança inicia o seu desenvolvimento pessoal e social, constituindo a educação pré-escolar um contexto educativo mais alargado que vai permitir à criança interagir com outros adultos e crianças que têm, possivelmente, valores diferentes dos que interiorizou no seu meio de origem. Ao possibilitar a interação com diferentes valores e perspetivas, a educação pré-escolar constitui um contexto favorável para que a criança vá aprendendo a tomar consciência e si e do outro. Desta forma a educação pré-escolar tem um papel importante na educação para os valores.» (orientações curriculares, 1997)

Seguido de alguns objetivos definidos para a criança que questão.~
por exemplo:
Objetivos a alcançar
*Desenvolver a sua identidade sócio cultural e familiar
*Desenvolver o sentido de pertenças a um grupo social de referência
*Promover a auto-estima, cooperação e autonomia
*Despontar comportamentos democráticos e de cidadania.

Depois foram criados pequenos separadores dentro deste com base no conhecimento que tenho do grupo e da criança em particular
  • Eu sou a Ana!
  • A Ana como a sua família a vê
  • Os Amigos da Ana
  • Na sala nova o que mais gosto é…
  • O que eu menos gosto é…
O próximo separador:Área da Matemática

Façam o mesmo coloquem uma citação seguida dos objetivos a atingir:

*Explorar diversos materiais, identificar, classificar, ordenar e agrupar segundo um ou vários atributos
*Reconhecer diferentes noções de espaço e de tempo
*Descobrir e resolver problemas, revelando estruturação do seu raciocínio lógico e espírito critico.
*construir progressivamente a noção de número e associá-lo à sua quantidade
*Ler e interpretar tabelas e quadros de dupla entrada


Aqui novos conteúdos
  • O meu dia na sala nova ( aqui vou incluir a apresentação das rotinas, dos mapas de sala e outras atividades relacionadas com a matemática que a eu e a criança consideremos interessantes)
Área das expressões e comunicação

Domínio da expressão plástica
«As atividades de expressão plástica são de iniciativa da criança que exterioriza espontaneamente imagens que interiormente construiu. Tornam-se situações educativas quando implicam um forte envolvimento da criança que se traduz pelo prazer e desejo de explorar e de realizar um trabalho que considera acabado.
Valorizar o processo de exploração e descoberta de diferentes possibilidades e materiais supõe que o educador estimule construtivamente o desejo de aperfeiçoar e fazer melhor. Apoiar o processo inclui também uma exigência em termos de produto que deverá corresponder às capacidades e possibilidades da criança e à sua evolução.»
(Orientações curriculares, 1997)

Objetivos a atingir

*Fomentar o desenvolvimento gráfico e plástico
*Desenvolver a criatividade
*Expressar e representar a realidade usando materiais e suportes plásticos variadas
*Refletir e avaliar as suas capacidades de expressão e comunicação nos diferentes suportes plásticos.
Novo separador Coisas que eu aprendo na escola 
Aqui são colocadas as evidências de todas as te´cnicas de exp plástica que a criança explora ao longo do ano letivo.

Façam o mesmo para os outros domínios. 

O último separador é o da Área do conhecimento do mundo onde se criam outros pequenos separadores: O que a Ana aprende com os amigos (aqui são colocadas as evidências relacionadas com os projetos de sala, na forma individual e/ou coletiva )
O que a Ana aprende nos passeios (com evidências das aprendizagens feitas a quando das visitas de estudo)
O que a Ana aprende com a Família (onde são colocadas as experiências partilhadas pela fam~ilia, bem como os projetos que nascem em casa, pesquisas ect..)

Está concluída a organização dos conteúdos e das evidências selecionadas.
No próximo post vou partilhar quais os processos de documentação, seleção e registo de evidências a colocar no prtfólio.

Milena Branco

Conheçam também a nossa agenda Sítio da Educação para o novo ano letivo 2015/2016
http://sitiodaeducacao.blogspot.pt/p/agenda-sitio-da-educacao-2015-2016.html




Portfólio no caminho alternativo da avaliação: conteúdos e estrutura organizacional parte2 Portfólio no caminho alternativo da avaliação: conteúdos e estrutura organizacional parte2 Reviewed by Milena Branco on sexta-feira, julho 17, 2015 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.