jogos de sombra e luz - ecos do brincar

Ainda encontro ecos dos jogos com as cores e as luzes... resolvo acompanhar o grupo neste foco de interesse e prolongar, estimular novas descobertas!
Num prato disponho pedaços de papel celofane cortado, a cada criança cedo um quadrado de papel autocolante transparente. Procuram sentar-se perto da janela, entre a luz do sol e a sombra da cortina... observam o papel celofane, a sua cor e textura, olham os colegas através dele, descobrem a cor, sorriem e pousam a mão no papel autocolante, descobrem que fica colada. Testam o mesmo gesto com o celofane... fica colado, olham para mim, procuram a minha aprovação, limito-me a sorrir e continuam.
«Vamos colar na janela», proponho. Colamos e ficam a olhar através das cores o recreio...
Pouco a pouco o sol deixa entrar a sua luz por entre as cores do celofane e alguém me chama... corremos a ver.
Observo o que fazem...colocam as mãos , os braços e tocam a sombra colorida no parapeito da janela! «É o sol» confirmo. Convido a ir à rua ver o sol... saímos para o recreio...

 Rapidamente alguém descobre outra novidade... a sua sombra!
Todos correm a ver a sombra da Letícia, procuram a sua... encontram e correm... param, saltam, sobem o escorrega, e escondem-se dela dentro do túnel... «não há!».
Nesta manhã o recreio teve outro foco lúdico, a luz a sombra, o corpo...
Ecos fantásticos dos jogos de sombra, luz e cor...

Ed. Milena Branco


Comentários