Organizar os materiais no atelier é uma oportunidade para descobrir!

Cuidar do espaço da sala e dos nossos materiais é sempre uma oportunidade para descobrir e aprender!

Por estes dias estivemos a usar o preto nas explorações de desenho e pintura no atelier, e observámos que temos os nossos frascos de tinta quase vazios... é tempo de organizar, limpar e cuidar do nosso atelier.

Assim abrimos a oficina das cores!

 
Como funciona a nossa oficina das cores?
Desde que decidimos ter um atelier dentro do espaço da sala, decidimos que ele seria um espaço para conhecer, cuidar e inteirar-se da materialidade de todos os recursos que aí possam existir. Aqui a criança é a cuidadora dos materiais.

«O espaço  é um material por si só. Esse material também fala sobre a minha imagem da criança ativa e agente.» Fabiane Dialogos embalados
Decidimos não usar tintas prontas e somos nós e as crianças quem investiga a cor, as misturas e descobre tantos e tantos tons diferentes em cada oficina da cor. Esta investigação acontece de forma demorada, sem pressa, geralmente ocupa todo um dia de exploração. As crianças entram e saem do atelier da forma que acham melhor dando cada uma o seu contributo. A investigação termina quando todos os frascos estão recheados de novas cores e tons!

 

«Precisamos de respeitar o tempo de maturação, de desenvolvimento das ferramentas do FAZER e do ENTENDER, da emergência plena, lenta, extravagante, lúcida e em constante evolução das capacidades das crianças: esta é uma medida do bom senso cultural e biológico.» Malaguzzim cap.3 , 100 linguagens da criança

 

As crianças conhecem já o resultado de algumas misturas, mas existe sempre uma aventura, uma provocação, a curiosidade de misturar mais e mais e ver aquilo que acontece!
Por isso  é tão importante ter tempo. A repetição e a oportunidade promovem a relação da investigação e da relação que as crianças fazem com as tintas e as misturas, usam todos os seus sentidos e saberes para encontrar novos tons e manusear os recursos envolvidos. O Atelier é um espaço aberto sempre em desenvolvimento, é um espaço vivo e Habitado!

 

«Um ambiente é um sistema vivo, em transformação. Mais do que um espaço físico, inclui o modo como o tempo é estruturado e os papeis que devemos exercer condicionam o modo como nos sentimos, pensamos e nos comportamos, e afetam drasticamente a qualidade de nossas vidas. O ambiente funciona contra ou a nosso favor...» Greenman,1988


 
É comum encontrar um grupo de crianças a tentar encontrar a mesma tonalidade, realizando comparações entre objetos e outras ferramentas dessa cor... O Cinzento foi o desafio desta manhã e as calças da E foram o termo de comparação e a meta onde desejavam chegar.
 

No final da tarde eis que surge finalmente o Cinzento!

É maravilhoso ver como se empenham nas suas investigações, como se apoiam e unem, como se sentem afetados pelos fracassos e felizes pelas conquistas. Todo o processo é vivido em comunidade e todos fazem parte dele, gerindo o seu tempo e a sua disponibilidade.

«A criatividade parece expressar-se por meio de processos cognitivos, afetivos e imaginários, que se unem e  que apoiam as habilidades para prever e chegar a soluções inesperadas» Malaguzzi

O que acontece depois é degustação do vivido, daquilo que conquistaram e se apropriaram como sendo «As nossas cores novas!» N.

 
O atelier enche-se de novas pinturas coloridas!

«Valorizamos o espaço devido ao seu poder de organizar, de promover relacionamentos agradáveis entre pessoas de diferentes idades, de criar um ambiente atraente, de oferecer mudanças, de promover escolhas e atividades, e o seu potencial para iniciar toda a espécie de aprendizagem social, afetiva e cognitiva. Tudo isso contribui para uma sensação de bem estar e segurança nas crianças.» Malaguzzi

 
O nosso atelier é realmente um espaço fantástico!

Comentários