Covid19 fecha as escola em Portugal a partir de 16 de março/20

No dia 12 de março de 2020 chegava a Portugal a decisão inédita de encerrar todos os estabelecimentos de ensino, em todas as valências, desde a creche ao ensino superior, devido à perigosa propagação do novo Corona Vírus (covi19).
Numa comunicação ao país, o primeiro ministro, dr.António Costa, decreta o encerramento das escolas a partir do dia 16 de março até depois das férias de páscoa, a 14 de abril.
«Manda o princípio da prudência que determinemos desde já, com efeitos a partir da próxima segunda-feira, a suspensão de todas as atividades letivas presenciais até ao período das férias da Páscoa, sendo sujeita a reavaliação no próximo dia 9 de abril esta medida, de forma a nessa altura determinarmos o que fazer em relação ao terceiro período»
Assim a nossa instituição, Fundação Padre Tobias, fechava portas a 17 de março, após a desinfecção dos espaços e dos materiais da escola.
 DE forma a proteger os rendimentos das famílias o governo toma medidas de protecção inéditas na Europa, criando um subsídio de apoio que dá a garantia a cada trabalhador com filhos menores até 12 anos, o salário correspondente a 66% do seu vencimento habitual.


Todos os funcionários das valências de creche e jardim de infância estariam a partir dessa data em teletrabalho, continuando a contactar as crianças e apoiando as duas famílias neste momento de isolamento social forçado.
Um teletrabalho que ainda, á data da decisão, não sabíamos muito bem como iria funcionar...
a certeza era apenas uma, mostrar ás famílias que somos efetivamente a escola que cresce em rede e onde a relação e o vínculo são as raízes que nos suportam as práticas.
Os vencimentos da equipa estavam salvaguardados a 100% no mês de março, sendo a situação reavaliada a 1 de abril de 2020,

Comentários